sexta-feira, 17 de agosto de 2018

Quebrando o Vaso...


Maria, a irmã de Lázaro uma jovem da aldeia de Betânia, resolveu oferecer a Deus o que ela tinha de melhor. Em meio a uma reunião na casa de um homem chamado Simão, ela entra em cena quebrando um vaso de alabastro e derramando todo o perfume sobre o corpo de Jesus.  É certo que muitos não entenderam a sua atitude, mas o Senhor além de entender, ainda achou uma ação louvável que deveria ser registrada pois o ato era tão importante que não deveria ser esquecido. Precisamos Entregar a Deus o nosso melhor derramando a nossa vida aos seus pés, sem medos, sem reservas, pensando apenas em agradá-lo demonstrando o nosso amor e gratidão para com ele, pois quando conhecemos de fato o privilégio de poder desfrutar da presença de Deus, de tê-lo por perto, de sentir o seu amor e cuidado, então entendemos que não temos nenhum bem além do Senhor.

Eleine Medeiros



sexta-feira, 27 de julho de 2018


QUE AMOR É ESSE?

Deus tem provado o seu amor para conosco todos os dias, de várias maneiras. Nas mínimas coisas está explicito o amor de Deus por nós pois ele cuida dos detalhes; Tudo a nossa volta mostra o quanto ele é cuidadoso para conosco. Tudo foi criado pensando em nós para que a nossa vida fosse prazerosa e feliz. O seu coração transborda de amor por nós e seu maior desejo é poder estar conosco em um relacionamento amigável, real e eterno. Ele é essencialmente amor e nos ama de uma maneira tão intensa, maravilhosa e verdadeira que por muitas vezes nos sentimos constrangidos pois não entendemos este amor. 
Nos perguntamos: Que amor é este? Que mesmo sendo deixado de lado, busca o reencontro; mesmo sendo ferido busca curar quem lhe feriu; que mesmo sendo traído, perdoa; esquecido, sonha e trabalha para nos convencer do quanto nos quer por perto; nos vendo trilhar o caminho inverso ao seu, adorar outros deuses, gastar tempo e dedicação ao que é vão, se mantém fiel ao seu propósito de um dia levantar os olhos e nos ver regressando... voltando para casa. 
Que amor difícil de entender... Amor que não busca seus próprios interesses, que nos levanta quando caímos; que nos sara mesmo quando por desobediência nos ferimos; que quando nos vê encantados com o mundo, trabalha incessantemente para nos trazer de volta pois sabe que vamos nos machucar, que uma hora o que parece doce, se tornará amargo e difícil de suportar sem ele e precisaremos desesperadamente do seu colo, do seu abraço, do seu cuidado e do seu amor.
Como entender um amor assim? Que mesmo quando nos distanciamos e decidimos estar só, se mantem por perto pois sabe que não sabemos andar sozinhos e que precisaremos do seu socorro; amor que não desiste, não desampara, não abandona, e espera que entendamos que não existe nada melhor do que está novamente em casa, na casa do Pai, onde somos acolhidos, cuidados, protegidos e verdadeiramente amados.
Deus não espera que entendamos o seu amor, mas que permitamos que ele nos ame. Nos arrependamos e Voltemos para casa... O pai está nos esperando de braços abertos, com sandálias para calçar nos nossos pés feridos na caminhada e anel para colocar no nosso dedo pois a sua aliança de amor para conosco é eterna.
Nunca é tarde demais para voltar para casa.

Eleine Medeiros.

quinta-feira, 22 de março de 2018



É TEMPO DE SERMOS CRISTÃOS MELHORES.

Por séculos, Jesus Cristo tem atraído a atenção de milhões de pessoas. Muitos de nós temos professado ser seus seguidores. Entretanto, será que conhecemos bem o Jesus da Bíblia? Será que a nossa vida é um reflexo do caráter daquele a quem dizemos estar seguindo? A Bíblia diz claramente que nós, como cristãos, precisamos moldar nossa vida de acordo com o procedimento de Jesus Cristo. O tipo de caráter que é visto em Jesus, precisa ser visto em nós também. O apóstolo João disse: "Aquele que diz que permanece nele, esse também deve andar assim como ele andou. 
"Quando queremos alcançar um objetivo, estamos orando e colocando diante do pai e pedindo: Faça-se a sua vontade e não a minha? ou estamos usando as armas do velho homem e dando o nosso jeitinho para obtermos rapidamente aquilo que desejamos?" (Trecho do Livro "Andando nos passos de Jesus" Larry McCall).

Precisamos pensar seriamente sobre isso.

Em Gálatas 5:16-25 Paulo nos adverte que precisamos andar em Espírito para conseguirmos vencer as concupiscências da carne, ou seja, precisamos deixar que o Espírito de Deus dirija as nossas vidas e não obedeçamos mais aos desejos da natureza humana, porque existe uma luta travada entre o Espírito e a carne, e fazendo a distinção entre as obras da carne e o fruto do Espírito ele reforça a ideia de que os que são de Cristo decidiram morrer para o mundo e precisam deixar as coisas mundanas para trás  vivendo em novidade de vida, deixando em tudo serem guiados pelo Senhor. 
Em Gálatas 5:1 Paulo diz que Cristo nos libertou para que fossemos realmente livres. Por isso, continuemos firmes como pessoas livres e não voltemos a nos tornar escravos. 
Será que aqueles que se dizem cristãos tem andado realmente em Espírito?
E nós, temos sido a diferença nessa terra? Nossas ações refletem o brilho de Cristo? ou nos tornamos ouvintes, mas não praticantes? Será que dizemos que somos livres quando as nossas atitudes gritam que voltamos a ser escravos?

Somos templo e morada do Espírito Santo. Morada porque Deus habita em nós e templo porque ele se manifesta através da nossa vida. Somos canal de Deus neste mundo. Em 1Pe.2:9 está escrito que fomos chamados para anunciar as virtudes daquele que nos chamou das trevas para a sua maravilhosa luz. Por onde passamos temos deixado rastros de quem anda com Jesus? Nossa vida anuncia as virtudes de Cristo? Em Mateus 5 Jesus nos instrui acerca de verdades absolutamente importantes e ao mesmo tempo em que ele diz que somos  sal e luz, ele nos instrui acerca das funções do sal e luz, nos alerta das consequências de não se desempenhar a função proposta. Se o sal perde o sabor para nada mais presta senão para  ser lançado fora e pisado pelos homens e a luz não pode estar escondida, mas precisa iluminar toda a casa e no versículo 16 ele diz que a luz precisa resplandecer diante dos homens para que vejam as nossas obras e glorifiquem ao Senhor.

Ao lermos textos como estes precisamos parar e fazermos uma grande reflexão.
- Somos verdadeiramente imitadores de Cristo?
- Nossa vida fala do quanto Cristo é poderoso para transformar o homem de um pecador em nova criatura?
- Temos dado sabor a este mundo e refletido o brilho de Cristo?
- Vivemos e andamos em Espírito?
- O velho homem foi mesmo sepultado?
- As nossas ações manifestam as obras da carne ou o fruto do Espírito?
- Que tipo de Cristão nós somos? Priorizamos Deus e sua obra ou nossas prioridades são outras?
- Comprometimento, caráter e lealdade fazem parte do nosso dia a dia como cristãos?
- O que fazemos é para servir a Deus ou para obter reconhecimento dos homens?
- Amamos a Deus sobre todas as coisas e ao nosso próximo como a nós mesmos?
- Quando vemos alguém cair, sofremos e estendemos a mão ou passamos de largo, nos alegramos com a queda e disseminamos comentários que podem matar o que está caído?
- A nossa vida, anuncia as virtudes de Cristo ou anuncia que ainda não experimentamos de fato um novo nascimento?


Billy Graham disse que somos a Bíblia que as pessoas leem. Isso é muito sério!!!
Não somos perfeitos, mas precisamos lutar contra o nosso velho homem que tenta não apenas resistir as mudanças, mas se levantar e fazer a ação inversa, ou seja, sepultar a nova criatura que surgiu quando encontramos Jesus.
Existe uma grande obra de mudança a ser feita e essa obra precisa começar em nós. Olhemos para dentro de nós e lembremos que não mudamos as pessoas, mas podemos buscar no Senhor a transformação que precisamos.
É TEMPO DE SERMOS CRISTÃOS MELHORES.





terça-feira, 14 de novembro de 2017

Vivendo a vontade de Deus.

O diabo tem encontrado brechas na vida de muitas pessoas e tem feito a festa, trazendo discórdia e fazendo-as viver no engano. Muitos estão dentro da casa do Senhor, mas nunca experimentaram um novo nascimento. Vivem uma vida superficial. O pecado tem invadido a vida de muitos cristãos, é importante atentarmos para o que nos diz as escrituras. 2 Timóteo 3 nos ensina verdades acerca da corrupção nos últimos dias. Ele nos mostra como de maneira terrível, o pecado tem se desenvolvido. O texto inicia-se falando sobre tempos trabalhosos e descreve tipos de homens que estão bem longe de viver uma nova vida em Cristo. O texto fala sobre homens amantes de si mesmos, amantes do dinheiro, sem amor para com os bons, amantes dos deleites e sem amor para com Deus. Infelizmente a igreja do Senhor tem sofrido com os ataques do inimigo e encontramos dentro delas pessoas falsas, dissimuladas, coniventes com o pecado, verdadeiros lobos em pele de ovelha. Atos 20:28 nos relembra que a igreja foi comprada por preço de sangue. Todo aquele que se levantar contra a igreja do Senhor, contra o projeto de Deus para implantação do seu reino, sofrerá penas muito duras. é importante cada um fazer a sua parte. Deus conhece os cristãos genuínos e conta com cada um deles na sua seara. É tempo de vigiar, de orar, de renuncia, de se submeter a vontade do Senhor. Não nos conformemos com o mundo, não sejamos coniventes com o pecado. Se constituirmos amizade com o mundo, nos tornaremos inimigos de Deus. É tempo que repensar as nossas atitudes e viver de maneira íntegra, nos esforçando para manter as nossas vestes limpas. A bíblia diz: Fazei vereda direita para os vossos pés, para que o manqueja, não se desvie inteiramente, antes seja curado. Hebreus 12 fala também sobre a correção do Senhor e o quanto ela é necessária pois Deus é nosso pai e nos corrige como filhos, e é importantíssimo aceitar esta correção, pois Hb.12:8 diz: "Mas se estais sem disciplina, da qual todos são feitos participantes, sois então bastardos e não filhos.
Tenho meditado nesses textos e resolvi trazer para vocês também meditarem. Quando virmos o nosso irmão rumar para o abismo peçamos a orientação do Senhor e tentemos arrancar ele de lá, não o ajudemos naquilo que possa vir a culminar na sua queda, não o empurremos de ladeira abaixo. Vamos nos examinar e pesar as nossas ações.
Estamos vivendo os últimos dias da Igreja na face da terra e a peneira do Senhor está trabalhando como nunca. Que o Senhor tenha misericórdia de nós que naquele grande dia possamos ouvir o nosso novo novo e irmos ao encontro do Senhor nos ares para que possamos estar para sempre com o Senhor.

sábado, 12 de agosto de 2017

É lamentável vermos que muitos servos de Deus hoje, fazem uma grande propaganda de si mesmos nas redes sociais. Hoje eu me peguei pensando: - Por que anunciar a si mesmo ao invés de anunciar a Cristo? Os valores verdadeiramente tem sido invertidos. Precisamos esperar que o Senhor nos apresente, mas tem perfis que mais parece um currículo muito bem elaborado pra quem deseja conseguir uma vaga de emprego ou impressionar a quem lê com o tamanho da sua capacidade; É claro que a exposição de todas essas qualificações visam atingir os olhos e corações humanos pois pra Deus isso seria desnecessário, já que ele nos conhece por inteiro. Precisamos voltar a ser servos e a entender que por mais que nos capacitemos, isso não deve ser para a nossa glória, pois toda a qualificação e capacitação de nada se aproveitará se não tiver a aprovação do Eterno. Sem Deus nada podemos fazer. Não precisamos buscar reconhecimento ou exaltação humana, mas lembrarmos que o Senhor está voltando. Se a nossa preocupação for ajuntarmos os tesouros aqui na terra, desejarmos ser aplaudidos, se sonharmos com exaltação, tapetes vermelhos, estamos no caminho errado.Precisamos voltar ao início, lembrarmos da cruz, e nos prostrarmos diante do Todo Poderoso reconhecendo o quanto somos, frágeis, pequeninos e dependentes dele. A Igreja precisa de mais servos e de menos senhores, de adoradores e não de celebridades. Nós sentamos em cadeiras, DEUS SENTA NO TRONO. Ele é Rei dos reis e Senhor dos senhores. Quando estivermos na correria com o propósito de mostrar serviço, nos lembremos que a melhor parte é estar aos pés do Senhor, sendo servos, recebendo suas instruções, buscando conhecê-lo melhor e nos tornando seus amigos íntimos. Precisamos refletir o brilho de Cristo, exalar o seu cheiro e andar como ele andou, ser seu discípulo. Deus quer realizar obras extraordinárias nas nossas vidas e através das nossas vidas, mas é preciso lembrar sempre que Ele é o único digno de ser louvado. Porque dele, por ele e pra ele são todas as coisas. Precisamos deixar os títulos de lado e lembrar que não existe nada mais Importante e honroso do que ser chamado de Filho de Deus.Chegou a hora de não apenas falarmos, mas vivermos o "QUE ELE CRESÇA E EU DIMINUA". Precisamos refletir o brilho de Cristo, exalar o seu cheiro e andar como ele andou, ser seu discípulo. É muito triste presenciarmos tanto barulho, tanto movimento, e tão pouca transformação, tão pouco compromisso com a verdade. Como disse Paulo César Baruk através da canção: Até que nada mais importe:"Estou bem certo que não alcancei. Sou imperfeito e falho, eu sei, mas continuo, vou caminhando, vivendo prossigo e não volto atrás. Abri mão do que antes pra mim tinha valor, pra me agarrar aos braços do meu Senhor. Já não sou quem era, tudo novo se fez e no centro do meu coração só há um Rei, e no poder de sua ressurreição eu vou viver e na sua dor eu vou me envolver.Trago em mim as marcas da sua graça e não há outra verdade que me satisfaça e eu sigo até que nada mais importe eu vou me entregar e te buscar, até que nada mais importe. O meu maior querer é te conhecer até que nada mais importe. Até que tudo que eu veja, até que tudo que eu tenha seja pouco, seja nada se comparado a tudo que eu encontrei ao te conhecer, ao me entregar a já não ser meu mesmo,e assim querer tudo que queres de mim. Senhor a maior riqueza eu encontrei em Ti e a nada se compara".
"Porque não nos pregamos a nós mesmos, mas a Cristo Jesus, o Senhor; e nós mesmos somos vossos servos por amor de Jesus.Porque Deus, que disse que das trevas resplandecesse a luz, é quem resplandeceu em nossos corações, para iluminação do conhecimento da glória de Deus, na face de Jesus Cristo.Temos, porém, este tesouro em vasos de barro, para que a excelência do poder seja de Deus, e não de nós". (2 Coríntios 4:5-7)

quarta-feira, 29 de julho de 2015




Igreja X Igreja

Essa reflexão é para a minha e a sua meditação.
Deus não nos chamou para vivermos em disputas de quem canta mais, quem prega mais, quem tem mais unção, que mais evangeliza, quem ganha mais almas, quem profetiza mais, quem é mais usado, que igreja tem mais membros, que igreja tem mais trabalhos, que culto é melhor. 

Ouvi certa vez em um seminário para liderança o Pastor. Antônio Siqueira dizer algo muito interessante:"O verdadeiro humilde, não sabe que é humilde"."Quando, pois, alguém diz: Eu sou de Paulo, e outro: Eu, de Apolo, não é evidente que andais segundo os homens?" (1Co 3:4).

Na Bíblia explicada o texto diz: homens carnais. São cristãos, mas são criancinhas. Sua infância espiritual tem duas características: Não podem receber o alimento sólido da verdade, e, como acontece com as crianças, brigam por assuntos sem importância.

No versículo 6 fica claro que um planta, o outro rega, nenhum consegue um bom resultado sem Deus pois é Ele quem dá o crescimento.
Tantos preocupados em encher a igreja, não importando o que tenham que fazer para que isso aconteça. Seja promovendo atividades que não estejam de acordo com a vontade de Deus, mas que alegre o coração dos homens, semeando contendas, calúnias, divisões; oferecendo cargos ou Até mesmo tentando encontrar defeitos nos líderes para ao denegrir suas imagens conseguir que ovelhas saiam de onde estão e venham juntar-se a eles mesmo. Será esse um método de crescimento aprovado por Deus???
Tudo que fazemos devemos fazer para Deus, levando a sério os seus princípios.
Afinal de quem somos? A quem verdadeiramente seguimos?
Somos de Paulo? de Apolo? ou de Cristo?
"Se um reino estiver dividido contra si mesmo, tal reino não pode subsistir". (Marcos.3:24)
Viver em união não significa viver grudado; Amar implica em não querer o mal do outro e principalmente em respeito para com todos.
Deus não nos quer brigando em prol da elevação do nosso nome ou do nome de quem quer que seja. Deus nos quer unidos trabalhando em prol do Reino.

A Deus pertence toda a Glória!

sábado, 25 de julho de 2015

Como os que sonham...


A cidade de Jerusalém havia sido invadida, saqueada e o cenário que se via por todos os lados era de uma terrível destruição. Os Israelitas as margens dos rios da Babilônia sentavam e choravam com saudade de Sua terra.

Algumas vezes isso acontece na nossa vida. Tudo parece desmoronar ao nosso redor. A tribulação chega mudando o cenário, antes de calmaria em um caos. A sensação de perder algo de extrema importância nos abate e nos torna cativos da tristeza, decepção e desânimo; A nossa fé parece ser coberta por uma terrível enxurrada de dúvidas. 


Diante deste cenário alguns se aproximam oferecendo o ombro amigo pra chorar, mas existem os que se alegram e aproveitam o momento pra fazer as suas cruéis zombarias, abrindo mais as feridas e tornando a dor ainda mais forte. 

Os que os tinham levado cativos diziam: Cantem um hino para nós! 
Existem momentos exatamente assim na nossa caminhada com Cristo. As afrontas vem, as ondas batem com força contra a nossa casa e ouvimos um cante agora no meio da tempestade! Cante no meio da dor! Encontre agora motivos pra louvar ao teu Deus. O Senhor me fez ver algo muito interessante neste texto. 
As harpas haviam sido penduradas nos salgueiros pelos israelitas porque estavam desanimados, abatidos, mas em nenhum momento eles perderam as suas harpas. Porque aquilo que Deus colocou em sua mão o inimigo não está autorizado a tirar de você. A essência do Senhor que Ele mesmo pôs em você vai continuar lá. Dificuldades, tempestades, vendavais, maremotos, nenhum deles vai impedir o projeto de Deus pra sua vida, nem muito menos o tornar inútil. 
No meio do cativeiro pensamos: como adorar ao Senhor no meio da tempestade, no meio da dor, em meio ao caos? Como ter esperança nas promessas quando ao nosso redor tudo parece apontar para um irremediável fim?E a receita é pedir ajuda a aquele que é capaz de renovar as forças do que não tem nenhum vigor e trazer a memória aquilo que nos possa dar esperança.
Quando assumimos diante de Deus que não somos capazes de mudar o quadro que está diante de nós, decidimos entregar inteiramente a Ele o controle da situação que estamos vivenciando, então ele diz: Agora sim eu vou começar a agir. Então Ele começa primeiro um processo em nós... Nos consolando, reanimando, reerguendo; nos fazendo enxergar que não fomos abandonados e que mesmo muitas vezes sem percebermos Ele está conosco, agindo nas pequenas coisas e trazendo esperança ao nosso coração. 
Basta uma Palavra da parte de Deus para mudar o nosso cativeiro interior, ainda que por fora tudo pareça continuar destruído. Nada está perdido quando temos o Todo Poderoso ao nosso favor.
Deus conhece o nosso sofrimento e sente a nossa dor, mas o melhor de tudo isso é que na hora certa Ele vai acalmar esse temporal, vai transformar o cenário de tristeza em profunda alegria.
Após 70 anos de escravidão Israel voltou a sua terra e encontrou um cenário de devastação, destruição e calamidade, mas Deus havia começado uma grande obra e não ia parar sem concluí-la; O salmista faz então um pedido: "Restaura, SENHOR, a nossa sorte, como as torrentes no Neguebe."
Neguebe: lugar árido e seco, região desértica, mas quando chegava o período das chuvas, algo muito especial acontecia com aquele lugar. As águas abundantes formavam vários riachos que regavam o deserto, os campos eram cobertos pelo verde da vegetação que ali se desenvolvia, um lindo tapete de flores se estendia por sobre o lugar; os animais retornavam e em pouco tempo o lugar antes feio, seco e sem vida, era totalmente restaurado.
O que leva a preciosa semente, andando e chorando... Voltará com alegria, trazendo os seus molhos. Lancemos as sementes mesmo quando nos faltar forças, quando tudo estiver escuro e não soubermos em que tipo de terra estamos plantando...
Semear não é fácil, é dolorido, é cansativo, o sol castiga; requer dedicação, esforço e perseverança, mas vale a pena!
Semeamos com lágrimas de tristeza, mas colhemos com lágrimas de alegria.
Existem  momentos difíceis  na nossa vida que parecem eternos, mas ao seu tempo entenderemos o porque de termos passado por eles. 
Quando o Senhor nos tira do cativeiro da aflição, da desesperança, do caos. Quando Ele abre porta onde não havia porta e traz a existência aquilo que não existia, então... Ficamos como os que sonham e a nossa boca se enche de riso e a nossa língua de júbilo... e os que zombavam e escarneciam de longe ouvirão o nosso cântico de louvor ao Senhor e dirão: Grandes coisas fez o Senhor a estes!
Creiamos que Deus é capaz de mudar qualquer situação da nossa vida. Enviando chuva ao nosso deserto para fazê-lo florescer, restaurando a nossa sorte e nos restituindo aquilo que julgávamos haver perdido. É assim que adquirimos experiências com o nosso Deus.
Tudo que Ele faz é perfeito!






segunda-feira, 29 de junho de 2015

SE FOR AMOR...

Pensando um pouco sobre amor. As pessoas se conhecem e uma semana depois dizem uma para o outra: EU TE AMO! Muitos não tem realmente ideia do que é amor. Quando amamos desejamos o bem e nunca o mal. Não amamos hoje e amanhã somos indiferentes. Deus nos provou o seu amor dando o maior exemplo: Enviou o seu único filho para morrer em nosso lugar. 


Se for amor de amigo, Sendo verdadeiro não deveria passar quando as pessoas não agem como queríamos que elas agissem; Se for amor de mãe ou de pai, Sendo verdadeiro não deveria passar quando os nossos filhos fazem o contrário do que ensinamos e isso nos decepciona; Se for amor de namorado, noivo ou marido; Sendo verdadeiro não deveria passar quando descobrimos as suas falhas, quando nos deparamos com as suas imperfeições e até mesmo quando eles nos machucam, nos fazem sofrer. O amor verdadeiro jamais é apagado. O amor verdadeiro não está presente apenas nas horas fáceis da vida, mas é provado e aperfeiçoado nos momentos mais difíceis, onde é difícil amar, mas dentro do nosso coração pulsa algo maior que nos convence e impulsiona a perdoar e continuar amando. 

Provemos que amamos quando formos magoados, feridos, desapontados, contrariados, decepcionados.

"O amor é paciente, o amor é bondoso. Não inveja, não se vangloria, não se orgulha. Não maltrata, não procura seus interesses, não se ira facilmente, não guarda rancor. O amor não se alegra com a injustiça, mas se alegra com a verdade.

Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta."

Muitas vezes os que mais falam que amam, são os que mais cedo se vão das nossas vidas.

É por isso que não é possível encontrar palavras para que possamos definir o amor de Deus por nós. 

Deus nos ama verdadeiramente, por isso não desistiu e jamais desistirá de nós.

"PORQUE DEUS AMOU O MUNDO DE UMA TAL MANEIRA, QUE DEU O SEU FILHO UNIGÊNITO, PARA QUE TODO AQUELE QUE 
NELE CRÊ, NÃO PEREÇA, MAS TENHA A VIDA ETERNA."



PROVEMOS QUE AMAMOS A DEUS e AO PRÓXIMO, NÃO DE PALAVRAS , MAS ATRAVÉS DAS NOSSAS AÇÕES.


segunda-feira, 16 de março de 2015


CORRAMOS PARA OS BRAÇOS DO PAI

A verdadeira FELICIDADE está em Jesus. Só Ele pode nos fazer realmente felizes. O mundo encanta e ilude com a sua falsa alegria, mas um dia a gente sente um terrível vazio na alma e percebe o quanto fomos ingênuos e enganados nos deixando levar por coisas tão pequenas. Somos INFELIZES longe do Deus Eterno. Só a destra do Senhor há delícias perpetuamente. O mundo passa e as suas paixões também passarão. Corramos pra Jesus hoje, pois a Palavra de Deus diz que não sabemos o que nos acontecerá amanhã, pois a nossa vida é como a neblina, que dura por pouco tempo e depois se dissipa (Tiago 4:14) e diz também que os dias da nossa vida são como a erva; como a flor do campo, assim floresce; pois, passando por ela o vento, logo se vai, e o seu lugar não conhece mais.” (Sl 103:15-16). Deus nos quer bem pertinho dele. Deus conhece as nossas guerras interiores, os nossos conflitos pessoais, as nossas paixões internas que lutam contra o projeto que Deus cuidadosamente projetou para as nossas vidas, mas não esqueçamos que o Espírito Santo sente as nossas dores, sente ciúme, chora conosco, intercede por nós, nos consola e quer nos ensinar o que é útil e nos guiar ao centro da vontade de Deus onde há uma alegria eterna e uma paz que excede todo o entendimento. De nós mesmos não temos força, mas se tivermos no nosso coração o desejo de acertar, Deus nos ajudará. Sigamos a recomendação escrita em Tiago 4:7 "Portanto, submetam-se a Deus. Resistam ao diabo, e ele fugirá de vocês. Não deixemos nada nos parar no meio do caminho, mas deixemos todo o embaraço, e o pecado que tão de perto nos rodeia, e corramos com paciência a carreira que nos está proposta, olhando para Jesus, autor e consumador da fé, o qual, pelo gozo que lhe estava proposto, suportou a cruz, desprezando a afronta, e assentou-se à destra do trono de Deus.
Considerai, pois, aquele que suportou tais contradições dos pecadores contra si mesmo, para que não enfraqueçais, desfalecendo em vossos ânimos. Lembremos que Deus nos amou de tal maneira que entregou o seu único filho pra morrer em nosso lugar.